Otan reforça aliança com Ucrânia em cúpula, mas não avança em plano de adesão

Published on

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Líderes da Otan, a aliança militar ocidental, reafirmaram seu compromisso com a Ucrânia durante a cúpula do grupo em Washington, iniciada nesta terça-feira (9).

Nesta quarta (10), o secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg -que preside o último encontro do tipo antes de ser substituído pelo holandês Mark Rutte-, disse a jornalistas que há a expectativa de que os países-membros ofereçam um pacote de ajuda substancial para o país invadido pela Rússia em 2022.

Os planos envolveriam a criação de um Comando da Otan específico para Kiev, oferecendo assistência de segurança e treinamentos para as suas tropas, além de uma garantia de fluxo de ajuda de longo prazo.

Ele ainda afirmou que haveria novos anúncios de apoio militar imediato durante o evento em solo americano, incluindo defesa aérea e medidas para garantir a total interoperabilidade entre as forças ucranianas e as da Otan.

Stoltenberg declarou, por fim, esperar que os aliados reiterassem o compromisso de fazer do próprio país liderado por Volodimir Zelenski um membro da Otan. Por enquanto, contudo, nenhum passo concreto para isso foi dado.

LEIA TAMBÉM

Guarani e Brusque tentam iniciar reação para sair da zona de rebaixamento da Série B

A briga pela parte debaixo da tabela será destaque nesta quarta-feira quando dois jogos...

Desfalcado e com volta de Ríos, Palmeiras tenta no Maracanã frear reação do Fluminense

O Palmeiras sobe ao gramado do Maracanã, no Rio, nesta quarta-feira, às 21h30 (horário...

Os maiores escândalos envolvendo famosos! De quantos você lembra?

Apesar de serem pessoas públicas e cautelosas com a imagem, várias celebridades não conseguiram...