Uefa abre investigação contra o Barcelona após prisão de dois torcedores em jogo com o PSG

Published on

A Uefa abriu um processo disciplinar contra o Barcelona após o episódio em que dois torcedores do time espanhol foram presos na área reservada ao clube catalão por atos racistas e saudações nazistas em partida válida pelas quartas de final da Liga dos Campeões, na última quarta-feira.

De acordo com informações do jornal L’Équipe, o Paris Saint-Germain apresentou denúncias sobre o caso: entre as principais estão a aprovação de crimes de guerra e ainda uma outra por insulto público de natureza racista.

Em nota, o clube francês destacou ser firmemente contra a todas as formas de discriminação e salientou que esse tipo de conduta não tem mais lugar nem nos estádios de futebol e muito menos na sociedade.

As reclamações ganharam força após as associações “SOS Racismo” e “Sportitude” também manifestarem seu repúdio ao comportamento dos torcedores.

Caso esse processo disciplinar resulte em alguma punição, o Barcelona poderá ficar proibido de contar com o apoio de seus torcedores nas partidas fora de casa nas semifinais da Liga dos Campeões. Após vencer o PSG no jogo de ida por 3 a 2, a equipe azul e grená depende de um empate, jogando em casa, para seguir no torneio europeu.

More like this

Mulher fica em estado grave após ser atingida por ácido no Paraná

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A jovem Isabelly Aparecida Ferreira Moro, 23, está...

Atacantes marcam e Grêmio vence jogo-treino com a Portuguesa de olho na Libertadores

Renato Gaúcho não esconde de ninguém que a falta de ritmo de jogo é...

Ressaca deixa cerca de 180 desalojados e sete desabrigados em Macaé

O mar derrubou uma casa e um triplex em...