Daniel Alves teria pedido publicação de foto de mãos dadas por mulher, diz jornal espanhol

Published on

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – Uma semana depois da saída de Daniel Alves, Joana Sanz publicou uma foto em seu perfil no Instagram em que aparece de mãos dados com o jogador. Nesta terça-feira (2), a postagem virou assunto na imprensa espanhola. De acordo com informações do jornal “20minutos”, a modelo teria sido pressionada pelo ex-jogador para divulgar o gesto.

Daniel, que conseguiu a liberdade provisória no dia 25 de março, desejava um posicionamento público de apoio de Joana. Condenado a quatro anos e meio de prisão por estuprar uma mulher no banheiro de uma boate em Barcelona no final de 2022, ele foi solto após pagar uma fiança de um milhão de euros, aproximadamente R$ 5,5 milhões. O abono é previsto nas condições de liberdade provisória estipuladas pela Justiça da Espanha.

Segundo o programa Fiesta da emissora de TV Telecinco, o casal se encontrou no último fim de semana na residência do jogador em Barcelona. Joana chegou a declarar em março do ano passado que iria terminar o casamento com Daniel Alves, após a acusação de estupro. Porém, alguns meses depois, a modelo reatou o relacionamento, afirmando que não deixaria o marido “de lado nessa situação tão difícil”.

Daniel Alves e Joana se conheceram em 2015 e se casaram dois anos depois, em Ibiza. Quando o caso de agressão sexual ganhou os holofotes na imprensa mundial, a modelo fez várias postagens em suas redes sociais que falavam sobre “aguentar firme”. Na época, ela foi criticada por, supostamente, apoiar o marido.

Leia Também: Joana Sanz publica foto de mãos dadas com Daniel Alves

More like this

UFC: Dana White anuncia aumento de bônus no UFC 300 para mais de R$ 1,5 milhão

O presidente do UFC, Dana White, anunciou aumento no valor do bônus do UFC...

Uso de canabidiol para tratar dependência de crack é melhor do que remédios convencionais, diz estudo

(FOLHAPRESS) - Um estudo pioneiro no Brasil demonstrou que o tratamento de usuários de...

Ricardo Nunes recua sobre instalação de 1,5 mil radares em São Paulo

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), vetou o aumento de radares eletrônicos...