Pai de Verstappen revela tensão na Red Bull e teme ‘racha’ como desdobramento do ‘caso Horner’

Published on

Christian Horner, chefe da Red Bull, tem deixado um clima tenso na equipe após ter sido alvo de suposta má conduta e fazer com que a escuderia abrisse uma investigação interna para apurar a denúncia, que acabou sendo rejeitada. Quem fez tal afirmação foi o pai do atual tricampeão mundial Max Verstappen, Jos Verstappen. Na sua visão, Horner vem “se fazendo de vítima” e tem causado um mal-estar nos bastidores.

“Há uma tensão aqui enquanto ele permanece no cargo. O time corre risco de rachar. Não pode seguir do jeito que está, vai explodir. Ele está se fazendo de vítima, quando ele é quem está causando problemas”, disse o pai do tricampeão, ao jornal “Daily Mail”.

Os detalhes das alegações envolvendo Horner não foram divulgados e a Red Bull disse na quarta-feira que o reclamante tem o direito de apelar do veredicto. Questionado se acreditava que o assunto estava encerrado, Horner disse à “Sky”: “Não posso fazer mais comentários, mas o processo foi conduzido e concluído”.

Jos Verstappen chegou a ser apontado como o responsável pelos vazamentos. No entanto, ele negou as acusações e lembrou que Max tem um longo contrato com a escuderia austríaca.

“Mas por que eu faria isso? Max tem um contrato com a RBR até 2028, está desempenhando muito bem e se sente em casa aqui. Não tenho interesse nisso, de forma alguma. Só sei que não pode continuar desta forma. A situação não é boa para a equipe, e está separando as pessoas”, finalizou ao “De Telegraaf”.

Já o Presidente da FIA, Mohammed Ben Sulayem foi visto ao lado de Horner na sexta-feira, mas criticou o desdobramento do caso. “Está prejudicando o esporte. Isso é prejudicial em um nível humano. É o início da temporada, a F1 está se tornando tão popular. Precisamos aproveitar o início da temporada. Olhe a competição. Por que a ofuscamos com negatividade?”, disse Sulayem ao “Financial Times”.

Horner, de 50 anos, é o chefe da equipe desde que a Red Bull entrou na F-1 como construtor completo em 2005. Ele guiou a equipe a seis campeonatos de construtores e sete campeonatos de pilotos.

A Red Bull conquistou quatro títulos consecutivos de pilotos com Sebastian Vettel de 2010-13, e três títulos com Verstappen desde 2021. A Red Bull venceu 21 das 22 corridas da temporada passada,com 19 vitórias para Verstappen e duas para Perez. Seu carro redesenhado é apontado para ser o mais rápido do grid em 2024.

Leia Também: Fluminense renova com Keno até 2025 e atacante mira mais títulos na temporada

LEIA TAMBÉM

Governo vai publicar portaria de concurso para Agência Nacional de Mineração com 220 vagas

O Ministério de Minas e Energia (MME) e o Ministério de Gestão e da...

Taylor Swift bate recorde de Whitney Houston na parada da Billboard

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O disco "The Tortured Poets Department", de Taylor Swift,...

Tiago Splitter acerta com time de Paris e estreia como técnico após a Olimpíada

O Paris Basketball anunciou nesta segunda-feira a contratação do brasileiro Tiago Splitter como treinador...