Trabalhadores que movimentam vidas por meio do saneamento

Published on

No Mês do Trabalhador (01), colaboradores da Prolagos falam sobre o orgulho que sentem por contribuir com a melhoria da qualidade de vida de tantas famílias Suely Felix e Laryssa Nascimento, falam com orgulho sobre como é movimentar vidas por meio do saneamento
Prolagos/Divulgação
Há quase 25 anos Suely Felix é colaboradora da Prolagos. Ela começou a trabalhar com saneamento assim que a concessionária passou a atuar na Região dos Lagos. Durante todo esse período, Suely passou por diversas fases da vida: criou as filhas; pôde vê-las se formando nas faculdades de Fisioterapia e Enfermagem; venceu um câncer. Em todas essas etapas, ela foi apoiada e acolhida pela empresa e pelos colegas de trabalho.
“Quando iniciei em 1998, como assistente Administrativo, as minhas duas filhas eram pequenas, hoje são mulheres formadas, e tenho muito orgulho em saber que pude contribuir nessa formação através do meu trabalho na Prolagos. Nesses muitos anos também passei por situações difíceis, fiquei doente, precisei me afastar, mas em todo o período fui amparada. Por meio do plano de saúde, consegui fazer todo o tratamento e exames que foram necessários e quando retornei ao trabalho fui recebida com muito carinho por todos”, relembra.
Suely Felix é colaboradora da Prolagos desde que a concessionária começou a operar na região
Prolagos/Divulgação
Além de falar com orgulho da sua trajetória na concessionária, Suely também se sente realizada por trabalhar em uma empresa que presta serviço público essencial à vida das pessoas.
“Sou extremamente orgulhosa de fazer parte da Prolagos. Estou desde o início das operações, em 1998, e vejo o quanto a concessionária está sempre investindo para atender toda a população, com água tratada e esgotamento sanitário. Moro em Arraial do Cabo e vejo a evolução também no abastecimento. É uma grande estrutura, são quilômetros de rede percorridos para levar saúde e qualidade de vida para nossas casas. Fazer parte desse crescimento é gratificante”, pontua a colaboradora, que hoje é da área Comercial.
Laryssa Nascimento começou na Prolagos como Jovem Aprendiz e hoje almeja oportunidades de crescimento na empresa
Prolagos/Divulgação
Com apenas 20 anos de idade, cinco anos a menos que todo tempo de experiência da colega de trabalho, Laryssa Nascimento entrou na Prolagos como Jovem Aprendiz em 2019, após ser vencedora do Pioneiros, projeto da concessionária que tem como objetivo introduzir os participantes no universo corporativo, por meio de workshops, visitas técnicas e oficinas online; além de promover transformação social nas áreas em que vivem.
Com a trajetória começando, a jovem que hoje é atendente, almeja oportunidades de crescimento na empresa e deseja continuar integrando o time de agentes da dignidade que está perto de universalizar o saneamento na Região dos Lagos.
“Com a oportunidade que tive na Prolagos, além de ter conquistado o meu primeiro emprego, consegui iniciar alguns planos que estavam só no papel. Um deles é a minha faculdade de Serviço Social. Me sinto muito feliz e honrada por fazer parte dessa família, que contribui todos os dias para a melhoria da condição de vida de tantas famílias”, relata Laryssa.
Seja quem está iniciando a carreira ou quem ajuda a construir essa história desde o início, os colaboradores da Prolagos estão sempre comprometidos em ir além do básico para levar mais saúde para a população e desenvolvimento para as cidades, se dedicando não só no dia a dia de trabalho, como em ações de voluntariado, levando oficinas de currículos para pessoas que precisam de oportunidades de emprego, se destacando na graduação da Academia Aegea, proporcionada gratuitamente para os funcionários da empresa, entre outras.
“Essas e outras iniciativas nos enchem de orgulho, nos fazem acreditar no potencial dos nossos colaboradores, investir constantemente em qualificação e em benefícios para a melhoria da qualidade de vida da nossa equipe. Estamos prestes a completar 25 anos, mas a Prolagos seria somente um prédio sem cada um dos nossos profissionais além da conta e nesse Mês do Trabalhador queremos agradecer a todos pelo compromisso de movimentar vidas por meio do saneamento, deixando um legado de saúde, dignidade, natureza, geração de empregos e turismo, em um ciclo que se renova a cada dia, assim como da água que tratamos”, ressalta o diretor executivo da concessionária, José Carlos Almeida.
Mais benefícios
Os funcionários ainda contam com benefícios como: planos de saúde e odontológico, auxílio creche, plataforma corporativa de atividade física, parcerias com universidades, campanha de vacinação para H1N1, Einstein Conecta (serviço de Telemedicina) e vales transporte, alimentação e refeição.
Ambiente agradável
Os colaboradores também contam com um ambiente de trabalho agradável, é o que diz um levantamento realizado pela Fundação Instituto de Administração (FIA), com os funcionários da companhia. Pelo segundo ano consecutivo, a Prolagos ficou entre os 100 lugares mais incríveis para trabalhar no Brasil. A certificação é atribuída às empresas com altos índices de satisfação entre a equipe. A concessionária também recebeu, no ano passado, a “Certificação FIA Employee Experience – Clima Organizacional”, que destaca companhias com um ambiente de trabalho agradável.
A Prolagos ficou na segunda posição no setor de saneamento, em 5º lugar entre as empresas de médio porte, subindo 14 colocações em relação ao ano passado e na 5ª colocação geral, escalando 30 posições. O selo avalia critérios como inovação, inclusão e carreira, garantindo o anonimato dos participantes e uma análise criteriosa da empresa.
Os interessados em fazer parte do quadro de colaboradores da Prolagos podem conferir as vagas disponíveis aqui.

LEIA TAMBÉM

Mega-sena acumula de novo e prêmio vai para R$ 61 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.751 da Mega-Sena, sorteadas neste sábado...

Juventus abre conversas pela contratação de Galeno, do Porto e seleção

(UOL/FOLHAPRESS) - A Juventus demonstrou interesse na contratação do atacante Galeno, que chegou a...

Os esportes mais novos (e os mais antigos) das Olimpíadas modernas

De quatro em quatro anos, o mundo prende a respiração enquanto os atletas mais...