Atropelado que morreu em SG era bombeiro civil

Published on

 


Homem foi arrastado por alguns metros


|  Foto:
Reprodução/Facebook


Joel Vieira de Melo, de 42 anos, que morreu atropelado  na madrugada desta quarta-feira (24), no Colubandê, São Gonçalo, era bombeiro civil no Comperj, em Itaboraí. 

O suspeito do crime deixou o veículo no local do atropelamento com documentos de habilitação vencidos e sem prestar socorro. A vítima estava a caminho do trabalho quando foi surpreendida por um veículo Nissan March branco, em sentido contrário ao seu e em alta velocidade. 

Segundo testemunhas, Joel estava com fones de ouvido e não percebeu a aproximação do carro, que arrastou o corpo por alguns metros até finalmente parar. Testemunhas ainda afirmaram que o suspeito estava sob efeito de álcool quando atropelou a vítima. Ele teria saído do veículo e ligado para um familiar, que o instruiu a deixar o local. 

O suspeito não foi encontrado, e a polícia não confirmou a informação de que ele estaria embriagado. De acordo com a família, a vítima havia completado 42 anos na terça (23) e tinha dois filhos.

O caso está sendo investigado pela 72ª DP (Mutuá).

LEIA TAMBÉM

Desfalcado e com volta de Ríos, Palmeiras tenta no Maracanã frear reação do Fluminense

O Palmeiras sobe ao gramado do Maracanã, no Rio, nesta quarta-feira, às 21h30 (horário...

Companhia aérea encontra mala de Bia Haddad em Guarulhos após apelo nas redes sociais

A companhia aérea Swiss Airlines encontrou a mala que pertence à tenista Beatriz Haddad...

Gilberto Gil pode fazer shows esporádicos após aposentadoria, diz esposa

Apesar de anunciar sua aposentadoria em 2025, Gilberto Gil, 82, pode se apresentar esporadicamente....