Entregador afirma que agressora dizia ser mãe de um delegado e prima de governador do Rio

Published on

O entregador, Max Ângelo dos Santos, agredido por Sandra Mathias Correia de Sá, com chicotadas, afirmou que a mulher dizia ser irmã de um Delegado da Polícia Federal, além de ser prima do Governador do Rio de janeiro, Cláudio Castro, e por isso, nada iria acontecer com ela. A assessoria do governo do estado negou qualquer grau de parentesco entre a agressora e  Castro.

Sandra é esperada para prestar depoimento, nesta quarta-feira (11), na delegacia da gávea, a 15ª DP, pelos crimes de injúria e lesão corporal.

O entregador de aplicativo ainda tem marcas no corpo, devido às chicotadas de coleira de cachorro dados pela dona do cão, a Sandra. O trabalhador quer punição para a ex-jogadora de vôlei, acusada de lesão corporal e injúria por preconceito contra os entregadores do bairro.

“Me chamou de marginal. Que eu tinha que voltar para a favela e que eu não deveria estar em São Conrado. Me mandou também tomar em tudo quanto é ligar. É triste”, disse ele.

Moradores da região disseram ainda que Sandra tem comportamento agressivo e já agrediu até uma veterinária na mesma região.

A agressora está sendo aguardada para prestar depoimento na delegacia da Gávea.

The post Entregador afirma que agressora dizia ser mãe de um delegado e prima de governador do Rio appeared first on Super Rádio Tupi.

LEIA TAMBÉM

Seleção feminina perde do Japão e disputa 3º lugar na Liga das Nações de vôlei

Após uma campanha perfeita, com 13 vitórias em 13 jogos na Liga das Nações,...

Lando Norris desbanca Vertappen e conquista a pole no GP da Espanha de F-1

Lando Norris conseguiu superar um susto para conquistar a pole para o GP da...

Pais de criança com doença rara acionam Justiça para que União compre remédio de R$ 15 mi

PATRÍCIA PASQUINISÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A família de Murilo Gabriel Costa Nascimento, 4,...