Mulher é presa suspeita de matar filha de 11 meses no Rio

Published on

 


Delegacia de Homicídios da Capital


|  Foto:
Arquivo/Enfoco


  

Uma mulher foi presa, nesta segunda-feira (16), suspeita de ter matado a própria filha de 11 meses no bairro de Coelho Neto, na Zona Norte do Rio. Mila Cristina Viana, de 29 anos, tentou se matar após realizar o crime. Na ocasião, ela ingeriu chumbinho e está internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Irajá. 

De acordo com a Polícia Militar, a mulher está presa sob custódia pelo homicídio contra Anna Lya Viana, que completaria 1 ano no próximo mês.

Leia +: Bandidos promovem madrugada de terror em pizzaria de Niterói

Leia +: Acidente entre motos acaba com dois mortos em Maricá

Segundo vizinhos, Mila não aceitava que o pai da criança visitasse e levasse a menina. O crime teria acontecido após o pai ter buscado a criança na tarde de domingo (15) para dar uma volta e, em seguida, levou a menina de volta para a mãe na noite do mesmo dia. 

Os agentes do caso informaram que foram chamados por vizinhos até o local. Assim que os policiais chegaram, Mila Cristina não estava presente. Na casa, os PMs encontraram a criança enrolada em um lençol já sem vida.

Ainda de acordo com testemunhas, após cometer o crime e tentar tirar sua própria vida, Mila foi quem decidiu procurar uma delegacia para informar que tinha matado sua própria filha. Além disso, a autora ainda teria escrito uma carta na qual confessava o crime.

More like this

UFC: Dana White anuncia aumento de bônus no UFC 300 para mais de R$ 1,5 milhão

O presidente do UFC, Dana White, anunciou aumento no valor do bônus do UFC...

Uso de canabidiol para tratar dependência de crack é melhor do que remédios convencionais, diz estudo

(FOLHAPRESS) - Um estudo pioneiro no Brasil demonstrou que o tratamento de usuários de...

Ricardo Nunes recua sobre instalação de 1,5 mil radares em São Paulo

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), vetou o aumento de radares eletrônicos...