Jornalistas são agredidos durante reportagem em Salvador

Published on

 


Equipe foi agredida por familiares de vítima de acidente de moto


|  Foto:
Reprodução

Uma equipe de jornalismo da TV Record da Bahia foi agredida, durante a manhã desta segunda-feira (16), na Avenida Orlando Gomes, no Bairro da Paz, em Salvador.


Reprodução |
Equipe de Jornalistas foram agredidos após reportagem


Equipe de Jornalistas foram agredidos após reportagem
Reprodução

Os jornalistas gravavam uma reportagem sobre um acidente de moto, onde um motociclista morreu, quando os familiares de uma vítima se aproximaram dos profissionais e os agrediram fisicamente. 

Imagens feitas no local mostram o momento em que dois homens se aproximam da equipe de TV e logo depois agridem a repórter Tarsilla Alvarindo, o cinegrafista George Brito e o auxiliar Marcos Oliveira. Nas imagens, é possível ver também que a repórter foi agredida com um soco no rosto.

Ainda pela manhã, a jornalista postou um vídeo na sua rede social, explicando o que ocorreu. “Comecei o dia bem, mirando uma semana leve, mas, infelizmente, não foi o que aconteceu. Fui agredida durante um link enquanto noticiava um acidente”, comentou a jornalista.


Reprodução |
Tarsilla Alvarindo tomou um soco no rosto


Tarsilla Alvarindo tomou um soco no rosto
Reprodução

“Inicialmente, um familiar me perguntou e pediu que não filmasse ninguém. Respeitei o momento, conversei com ele e expliquei que não mostraria de perto. Entramos de longe, falei que tinha acontecido um acidente e que uma pessoa foi a óbito, um homem apenas. Não dei nome, não mostrei rosto de ninguém e, quando já tinha terminado, estava por sair do local, dois homens abordaram nossa equipe e um deles me deu um soco no rosto”, afirmou Tarsilla ainda na postagem. 


Após o caso, a equipe registrou ocorrência na 12ª Delegacia de Itapuã.

Através de uma nota oficial, a Polícia Civil afirmou que a jornalista agredida registrou ocorrência na 12ª DP. Além disso, a polícia também confirmou que os primeiros relatos indicam que os familiares da vítima do acidente são os responsáveis por agredir os profissionais.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Bahia (Sinjorba) divulgou uma nota de repúdio na qual se solidariza com a equipe de reportagem da TV Record da Bahia. O Sinjorba comentou ainda que está do lado da Associação Bahiana de Imprensa (ABI) e que irá se reunir com o Ministério Público do Trabalho, o Ministério Público do Estado da Bahia, o Tribunal de Justiça da Bahia, a Secretaria de Segurança Pública e outros órgãos para que seja proposta uma preservação da segurança dos jornalistas.

A TV Record também se pronunciou através de uma nota, repudiou o episódio e informou que “para haver jornalismo sério e comprometido é preciso ter a imprensa respeitada no seu direito de informar e prestar serviço à população”.

More like this

Norris crava a pole para a corrida sprint do GP da China de Fórmula 1

O piloto britânico Lando Norris, da McLaren, faturou a pole position para a corrida...

Território da China está afundando e corre risco com mudanças climáticas, aponta novo estudo

(FOLHAPRESS) - Daqui a cerca de cem anos, um quarto da costa da China...

Dólar sobe de olho em conflito Israel-Irã e queda de commodities

O dólar perdeu força, mas sustenta alta leve em linha com a valorização externa...