Jovem de 16 anos morre após tomar soda cáustica por engano em SP

Published on

 


Heitor morreu em 9 de janeiro devido a uma esclerose esofágica


|  Foto:
Reprodução

 

O adolescente Heitor Santos Poncidônio, de 16 anos, morreu dias após beber soda cáustica no lugar de água em uma loja de Guarujá, no litoral de São Paulo. O caso é investigado pelo 2° Distrito Policial.

A família disse à Polícia Civil que a vítima teria pedido um pouco de água e recebido uma garrafa com o produto químico. De acordo com o boletim de ocorrência, no entanto, o dono do comércio e um funcionário estiveram na delegacia e negaram a história. 

O rapaz teria ingerido a soda cáustica em 1º de dezembro no estabelecimento, em Vicente de Carvalho, enquanto comprava cloro e desinfetante para a avó. 

Ainda conforme o boletim de ocorrência, o dono do estabelecimento informou à polícia que Heitor bebeu o conteúdo de uma garrafa com soda cáustica que estava no chão. Na sequência, ele passou mal e teria sido socorrido por uma pessoa que estava no comércio.

Segundo o portal g1, o laudo do Instituto Médico-Legal (IML) aponta que a morte ocorreu devido a uma esclerose esofágica, [varizes no esôfago, que podem vir a sangrar, causar hemorragia e levar a óbito].

No dia do ocorrido, Heitor foi levado ao Pronto-Socorro da região. Por conta do estado de saúde considerado grave, os médicos o encaminharam ao Hospital Santo Amaro.

Ele permaneceu internado na unidade até 12 de dezembro, quando recebeu alta. Heitor morreu em 9 de janeiro, dois dias após começar a sentir dores abdominais. 

More like this

UFC: Dana White anuncia aumento de bônus no UFC 300 para mais de R$ 1,5 milhão

O presidente do UFC, Dana White, anunciou aumento no valor do bônus do UFC...

Uso de canabidiol para tratar dependência de crack é melhor do que remédios convencionais, diz estudo

(FOLHAPRESS) - Um estudo pioneiro no Brasil demonstrou que o tratamento de usuários de...

Ricardo Nunes recua sobre instalação de 1,5 mil radares em São Paulo

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), vetou o aumento de radares eletrônicos...