Ordem para obras na Alameda é assinada em Niterói

Published on

 


Trânsito na Alameda – Lucas Alvarenga


|  Foto:
Lucas Alvarenga


  

A ordem de início das obras de revitalização da Alameda São Boaventura, no Fonseca, em Niterói, foi assinada pelo prefeito Axel Grael (PDT) nesta quarta (11). 

Uma das vias mais movimentadas e importantes da cidade, a Alameda receberá intervenções que incluem modernização dos corredores viários, melhoria e ampliação da rede de drenagem, pavimentação das vias, acessibilidade das calçadas e implantação de ciclovia.

O prefeito festejou a data, que marca o início da maior obra que a gestão deve entregar durante o ano em que a cidade completa seu 450º aniversário. 

“Esse é um dia muito importante, um momento de muita alegria. Quero agradecer muito a equipe da Prefeitura que vem tocando tantas obras, que transformam Niterói naquela cidade que todos sempre sonhamos, mais sustentável e com mais justiça social, já que sempre discutimos com a sociedade durante todo o processo dos projetos”, prometeu.

O investimento previsto é de R$ 136 milhões. A Alameda, de acordo com o projeto proposto, vai receber iluminação em LED e novo paisagismo. O presidente da Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa), Paulo César Carreira, afirmou que a obra dará aos moradores da região mais qualidade de vida. 

“Essa obra vai revitalizar por completo a Alameda, com macrodrenagem, com a transformação do local em um ambiente acessível, vamos colocar toda a fiação de telefone e energia subterrâneas, além da instalação de ciclovias… outro ponto importante será a implantação de espaços de lazer para crianças e adultos em diversos pontos da Alameda, com parquinhos, quadras, mesas etc. Vai ser uma obra que, além de dar qualidade de vida a quem mora ou passa por lá, no sentido de melhorar a via e seus acessos, também vai dar ao local a bela apresentação que merece”, explicou. 

 


Um dos principais gargalos da cidade, via vai sofrer mudanças no corredor viário, pavimentação, entre outras

  

Para o secretário de Urbanismo e Mobilidade de Niterói, Renato Barandier, a obra dará à Zona Norte uma qualidade urbanística de excelência.

 “A reurbanização da Alameda é a maior obra da história da região norte de Niterói, que vai mudar a cara não só do Fonseca, mas de toda a região norte da cidade. A partir de agora, teremos novas estações de ônibus dos módulos da transoceânica, uma ciclovia nos dois sentidos e uma qualidade urbanística como a da zona sul”.

 O projeto de revitalização da Alameda São Boaventura faz parte do Plano Niterói 450 Anos, no eixo Zona Norte, região para a qual estão previstos investimentos de R$ 415 milhões até 2024. O presidente da Federação das Associações de Moradores de Niterói (Famnit), Manoel Amâncio, também comemorou. “É a Zona Norte com projeto de Zona Sul! Temos o Centro Cultural, o Restaurante Popular e essa grande obra na Alameda agora”, comentou. 

Morador da Vila Ipiranga e presidente da associação dos moradores do local, André Praxedes acredita que a obra vai gerar muitas oportunidades para quem mora no entorno. 

“Vemos com muito bons olhos essa obra que vai mudar a nossa casa! Espero que essa obra, além de trazer grande melhoria no acesso e no nosso entorno, traga muito empregos e oportunidades para os moradores da área”, conta.

A obra também faz parte dos projetos do Plano de Mobilidade Urbana, com a expansão da malha cicloviária da cidade, a nova rotatória de Camboinhas, o acesso à Rua Mem de Sá, a revitalização do trecho norte da Avenida Marquês de Paraná e de toda a Avenida Visconde do Rio Branco, no Centro.

A cerimônia foi realizada no Teatro Popular Oscar Niemeyer, no Caminho Niemeyer, e contou com a presença de vários secretários municipais e diversas autoridades. 

More like this

Abel Ferreira é ‘provocado’ por marca de carros elétricos após dizer que não gosta dos modelos

Abel Ferreira criou polêmica ao dizer que não gosta de carros elétricos. A fala...

Uefa abre investigação contra o Barcelona após prisão de dois torcedores em jogo com o PSG

A Uefa abriu um processo disciplinar contra o Barcelona após o episódio em que...

Ricardo Nunes recua sobre instalação de 1,5 mil radares em São Paulo

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), vetou o aumento de radares eletrônicos...