Miliciano que atuava na Baixada Fluminense é denunciado por executar pai de ex-prefeito em Vassouras, no RJ

Published on

Crime aconteceu em setembro de 2021, no Centro da cidade. Nilton Gonçalves de Oliveira, de 63 anos, tomava café com amigos quando foi executado com três tiros. O crime, segundo o MP, teria sido cometido por Luiz Carlos Pereira dos Santos Cruz, conhecido como Nem Corolla. Vídeo registra momento em que pai de ex-prefeito de Vassouras é assassinado
Um homem acusado de participar de uma milícia que atua Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, foi denunciado nesta quarta-feira (11), pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), pelo homicídio duplamente qualificado de Nilton Gonçalves de Oliveira, no dia 5 de setembro de 2021, em uma praça na Rua Barão de Vassouras, Centro de Vassouras, no Sul do estado. A vítima era pai do ex-prefeito da cidade, Renan Vinícius Santos de Oliveira.
Luiz Carlos Pereira dos Santos Cruz, conhecido como Nem Corolla, foi flagrado por câmeras de segurança executando a vítima. Segundo testemunhas, o assassino desceu de um carro e disparou pelo menos três vezes contra a vítima, que estava tomando café em uma praça.
Renan Vinícius Santos de Oliveira exerceu o cargo de chefe do executivo municipal entre os anos de 2009 e 2016. Ele também foi Secretário Municipal de Saúde de Angra dos Reis por 2 anos.
Um ano antes de matar Nilton, Nem Corolla – junto com outros milicianos – foi alvo de uma operação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do MPRJ, durante a Operação Consagrado visava cumprir 32 mandados de prisões e outros 71 de buscas e apreensões.
Nem Corolla, de acordo com a promotoria, faria parte do bando de paramilitares que se juntou com traficantes para atuar em bairros de Nova Iguaçu. Ele foi preso.
Pai de ex-prefeito Nilton Gonçalves de Oliveira, de 63 anos
Reprodução
De acordo com as investigações, o grupo atuava de forma setorizada, como “taxa de segurança”, taxa para que mototaxistas pudessem circular e trabalhar na região e monopólio no fornecimento de água, e cesta básica e de serviço clandestino de TV a cabo e internet. Os milicianos ainda cometiam diversos crimes, como homicídios, roubos, extorsões, estelionatos, “com o objetivo de obter vantagens financeiras, domínio do território e imposição de força”, segundo o Gaeco.
Em relação a morte de Nilton Gonçalves de Oliveira, a promotoria destacou que a “vítima estava sentada quando o denunciado se aproximou por trás e efetuou o primeiro disparo na altura de sua nuca, fazendo com que ela caísse da cadeira, sem qualquer possibilidade de reação”.
Os promotores salientaram também que “não satisfeito, o assassino ainda efetuou mais dois disparos de arma de fogo a curta distância contra o rosto da vítima, fugindo em seguida com o auxílio de um veículo que possuía placa clonada”.
“O crime foi praticado com recurso que dificultou/impossibilitou a defesa da vítima, na medida em que o denunciado chegou pelas suas costas e efetuou um disparo de arma de fogo, e com meio cruel, na medida em que o denunciado, após desferir o primeiro disparo, ainda desferiu dois disparos contra o rosto da vítima a curta distância enquanto ela se encontrava caída no chão (o que causou-lhe múltiplas lesões no crânio)”, destaca trecho da denúncia encaminhada à 2ª Vara de Vassouras.
Pai de ex-prefeito é morto a tiros em Vassouras
Redes Sociais
A Polícia Civil ainda tenta entender os motivos que levaram Nem Corolla a executar Nilton Gonçalves de Oliveira.
Segundo o MPRJ, a identificação do assassino contou com o apoio da Divisão de Evidências Digitais e Tecnologia (DEDIT/CSI) do MP.
Com o auxílio de ferramentas tecnológicas, a unidade comparou as imagens do crime com vídeos do denunciado, que atualmente encontra-se preso, cedidas pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), tendo constatado, “com base nos indicadores biométricos colhidos, que os componentes biomecânicos e cinéticos da maneira de andar de Nem Corolla, além dos elementos do seu perfil morfológico, eram idênticos aos do autor do crime.”

More like this

UFC: Dana White anuncia aumento de bônus no UFC 300 para mais de R$ 1,5 milhão

O presidente do UFC, Dana White, anunciou aumento no valor do bônus do UFC...

Uso de canabidiol para tratar dependência de crack é melhor do que remédios convencionais, diz estudo

(FOLHAPRESS) - Um estudo pioneiro no Brasil demonstrou que o tratamento de usuários de...

Ricardo Nunes recua sobre instalação de 1,5 mil radares em São Paulo

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), vetou o aumento de radares eletrônicos...