Exclusiva: Pelo Madureira, Bruno Cosendey reencontra o Vasco na estreia do Cariocão: ‘Gratidão’

Published on

O meia Bruno Cosendey é uma das apostas do Madureira para conseguir uma boa campanha no Campeonato Carioca. Revelado pelo Vasco da Gama em 2017, o atleta vai reencontrar o clube logo na estreia da competição, que acontece no próximo sábado (14), às 18h, em São Januário.

Em conversa exclusiva com a Super Rádio Tupi, o jogador de 25 anos falou sobre a carreira e o sentimento de voltar a atuar no estádio em que foi apresentado ao futebol. Essa será a primeira vez que Bruno vai atuar em São Januário desde que deixou o Vasco. Pela equipe, atuou em 16 jogos e marcou 2 gols.

“Eu ainda não sei como vai ser. Desde quando saí do Vasco ainda não tive a oportunidade de voltar a São Januário. Tenho uma gratidão enorme por tudo que passei lá dentro, foram 13 anos, fui formado como atleta e formado como estudante lá dentro. Acho que vou entender como vai ser a partir do momento que o ônibus cruzar o portão. É uma sensação de gratidão, de ansiedade para jogar logo, assim que provavelmente vou me sentir. Muita alegria também, com certeza.” – disse.

Bruno Cosendey em São Januário, na época em que atuava pelo Vasco da Gama (Foto: Reprodução/Instagram)

Na carreira, após a saída do Cruzmaltino, Cosendey atuou por alguns clubes brasileiros, como CRB, Criciúma, e Santo André. Seu último clube, no entanto, foi o Ho Chi Minh City, do Vietnã. Ele falou sobre a experiência de atuar no futebol vietnamita, por onde fez cinco partidas em 2022.

“Acho que foi o maior desafio da minha carreira. Muitas vezes as pessoas pensam e questionam o lugar que estamos indo, mas são decisões baseadas naquilo que a gente acredita. Aceitei, fui com minha esposa, e confesso que foi um pouco mais difícil do que eu imaginava. A visão que eles têm do futebol lá é um pouco diferente daquilo que penso. O que ficou de lição é que às vezes as coisas não dependem só de você, muitas coisas influenciam de várias formas.” – revelou.

Meia durante sua passagem pelo futebol do Vietnã, em 2022 (Foto: Reprodução/Instagram)

De volta ao futebol carioca, Bruno revelou os motivos que pensou ao aceitar a proposta do tricolor suburbano e destacou a expectativa em conseguir boas atuações para voltar a ser visto no cenário nacional. E os objetivos são similares, já que o clube também busca retomar o destaque no Cariocão.

“O próprio Madureira (motivo de aceitar a proposta). A gente sabe que no Rio de Janeiro é um time que sempre incomodou. Nós atletas somos movidos a desafios. Para mim foi uma decisão de desafio pessoal e é assim diariamente. Estar próximo da família é algo que pesa demais. Nessa vida de atleta estamos sempre viajando, então estar próximo é um fator que pesa.” – disse, prosseguindo.

“É um desafio que me dá total condição de possivelmente após o carioca ir para um clube de série A ou B do Campeonato Brasileiro. Foi isso que eu pensei. Estou próximo da família, em um clube que tem um histórico grande de reposicionar os jogadores no mercado. Optei por isso, estou feliz e animado para fazer um ótimo carioca, ajudar o Madureira e aparecer no cenário nacional novamente.” – declarou.

CONFIRA OUTRAS RESPOSTAS

Revelado pelo Vasco, Bruno falou sobre a morte de Roberto Dinamite:

“A gente sabe que o Roberto sempre foi o maior ídolo do Vasco. Isso pegou todo mundo de surpresa, por mais que ele estivesse lutando contra o câncer há um tempo, na hora eu estava sentado em frente aTV, vi a notícia e fiquei incrédulo. Presto minha solidariedade a família, conheço o Rodrigo (filho do Dinamite). Desejo que consigam se reerguer e seguir em frente. Felizmente tem uma estátua enorme para ele que foi feita enquanto estava em vida, consciente, isso para ele foi algo extraordinário. Todos os vascaínos e torcedores brasileiros sempre vão lembrar de tudo que ele fez.”

Objetivo do Madureira no Campeonato Carioca:

“O objetivo é fazer o nosso máximo com certeza. Infelizmente ano passado o Madureira não conseguiu fazer um grande campeonato, mas é um clube que sempre incomoda e o nosso objetivo esse ano é esse. Conseguir incomodar os grandes e brigar para ano que vem conseguir se classificar para a Série D e a Copa do Brasil. Isso vai ajudar o clube.”

Trabalho do técnico Felipe Arantes, que vai ter sua primeira experiência em um elenco de futebol profissional:

“O professor Felipe é muito bom. Acho que ele ainda vai ter muito a entregar para o futebol brasileiro e, quem sabe, mundial. É um cara muito inteligente, muito aberto à conversa e estudado também. Ele gosta de ter a posse de bola, mas sabe que em momento do jogo vai precisar sofrer um pouco, então ele também dá muita ênfase nessa questão. É um cara que na minha opinião vai conseguir alcançar objetivos muito maiores. Tenho certeza.” – destacou.

Jogar contra Vasco, Flamengo, Fluminense e Botafogo nas quatro primeiras rodadas:

“O foco tem que ser o mesmo. Independente de jogar contra Vasco, Flamengo, Fluminense e Botafogo. Pode ser que para a gente tenha ficado um pouco legal, já que é início de temporada, ainda estão se adaptando e podem não vir com o elenco principal. Isso pode ser um pouco favorável.”

As críticas aos campeonatos estaduais sob o ponto vista de quem atuou pelo Vasco e agora vai jogar pela Madureira, uma equipe de menor investimento:

“Eu já tive a experiência de disputar pelo lado do Vasco, e agora estou no lado do Madureira. Tudo é questão de conversa e bom senso. O estadual serve para vários fatores. Serve para colocar na vitrine atletas que estão em times de menor investimento, até para eles terem um calendário cheio. Serve para observar meninos que estão em fase de transição e observar outros que não tiveram oportunidade no ano anterior. Na minha opinião não cabe a conversa sobre acabar o estadual. Tem que ter diálogo entre todos os clubes e valorizar os clubes pequenos também. Isso aumenta o nível de disputa, como acontece no próprio campeonato paulista, que é muito disputado.”

The post Exclusiva: Pelo Madureira, Bruno Cosendey reencontra o Vasco na estreia do Cariocão: ‘Gratidão’ appeared first on Super Rádio Tupi.

More like this

UFC: Dana White anuncia aumento de bônus no UFC 300 para mais de R$ 1,5 milhão

O presidente do UFC, Dana White, anunciou aumento no valor do bônus do UFC...

Uso de canabidiol para tratar dependência de crack é melhor do que remédios convencionais, diz estudo

(FOLHAPRESS) - Um estudo pioneiro no Brasil demonstrou que o tratamento de usuários de...

Ricardo Nunes recua sobre instalação de 1,5 mil radares em São Paulo

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), vetou o aumento de radares eletrônicos...