Niterói vai ganhar ‘novo’ cinema dentro de um ano

Published on

 


O histórico Cinema Icaraí está fechado desde 2006


|  Foto:
Divulgação


  

O prefeito de Niterói Axel Grael lançou, nesta terça-feira (10), em parceria com o reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, o edital de licitação para as obras do Cinema Icaraí. O prédio, que teve suas atividades encerradas em 2006, será todo preservado e contará com três salas de cinema de última geração, sala para concertos, que abrigará a Orquestra Nacional da UFF, espaço gastronômico entre outras instalações, de acordo com a Prefeitura. 

Ainda segundo o governo municipal, além da preservação de todo o patrimônio histórico, em especial o estilo art déco, a obra também irá se destacar por ter acessibilidade para os visitantes e ser sustentável. O investimento será de cerca de R$55 milhões e o prazo de execução da obra será de 12 meses, a partir da assinatura da ordem de início.

Além disso, o local ganhará quatro espaços de gastronomia. Segundo o anteprojeto, o Cinema terá um aumento de 1.267 metros quadrados de área construída.

“Era um dos nossos grandes desafios e conseguimos fazer isso, em conjunto com a Universidade Federal Fluminense. A ideia era recuperar o cinema, transformando-o também em um espaço cultural, para termos condição de abrir uma parceria com a iniciativa privada e fazer com que as unidades e equipamentos possam gerar receita e emprego”, explicou o prefeito Axel Grael.

HISTÓRIA 

Construído nos anos 40, o edifício em estilo art déco foi um dos mais tradicionais cinemas de Niterói, até encerrar as atividades em 2006. Devido a importância arquitetônica, histórica e cultural, o prédio foi tombado em 2001 pelo município e em 2008 pelo Estado, e guarda na memória dos niteroienses um espaço de cultura e encontro para lazer.

More like this

Norris crava a pole para a corrida sprint do GP da China de Fórmula 1

O piloto britânico Lando Norris, da McLaren, faturou a pole position para a corrida...

Território da China está afundando e corre risco com mudanças climáticas, aponta novo estudo

(FOLHAPRESS) - Daqui a cerca de cem anos, um quarto da costa da China...

Dólar sobe de olho em conflito Israel-Irã e queda de commodities

O dólar perdeu força, mas sustenta alta leve em linha com a valorização externa...