Auxiliar de necropsia do Rio está entre os presos que participaram de ataques criminosos em Brasília

Published on

A Corregedoria Geral da Polícia Civil instaurou uma sindicância, para apurar a conduta do auxiliar de necropsia, Carlos Eduardo Bon Caetano Silva. Ele foi preso em flagrante, depredando o Palácio do Planalto, em Brasília, no último domingo (08).

Carlos Eduardo já trabalhou no IML do Rio e atualmente estava no posto de polícia técnico científica de Niterói, com um salário mensal de mais de R$ 7 mil.

Carlos Eduardo foi transferido para o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

A Polícia Civil do Rio destacou em nota que repudia qualquer ato de violência e que defende a democracia e o Estado Democrático de Direito.

The post Auxiliar de necropsia do Rio está entre os presos que participaram de ataques criminosos em Brasília appeared first on Super Rádio Tupi.

More like this

Oficial: Nagelsmann diz não ao Bayern e continua na seleção alemã

A Federação Alemã de Futebol (DFB) anunciou nesta sexta-feira (19) a renovação do contrato...

Casos de febre oropouche disparam no Brasil; conheça a doença

O número de casos de febre oropouche quadruplicaram no Brasil. Enquanto em 2023 foram...

Klopp faz o último jogo europeu pelo Liverpool: "Um misto de emoções"

O Liverpool se despediu da Liga Europa na noite de quinta-feira (18), após a...