Defesa Civil de São João da Barra faz contenção preventiva em Barcelos e no dique São João caso o rio Paraíba do Sul transborde

Published on

Nível do rio está estabilizado em 6,3 metros desde o início da manhã desta segunda-feira (9), mas a previsão é que volte a subir. Cota de transbordo é de 8 metros. Equipes da Prefeitura de São João da Barra fazem contenção preventiva para caso de cheia do rio Paraíba do Sul
Prefeitura de São João da Barra
A Defesa Civil de São João da Barra, no Norte Fluminense, está usando sacos de areia para fazer a contenção preventiva na região do porto, em Barcelos, e também no Dique São João, no Bairro de Fátima, por meio a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos.
O objetivo é minimizar os impactos em caso de cheia do rio Paraíba do Sul, que segue sendo monitorado pelo órgão.
Sacos de areia são colocados em pontos estratégicos de São João da Barra para tentar minimizar os impactos em caso de cheia do rio Paraíba do Sul
Prefeitura de São João da Barra
Apesar do nível do rio estar estabilizado em 6,3 metros desde o início da manhã desta segunda-feira (9), a Defesa Civil explica que há previsão de que ele volte a subir e lembra que a cota de transbordo na Sede, onde é feita a medição, é de oito metros.
A Prefeitura disse que, em 2022, encaminhou relatório com mapeamento dos pontos críticos ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea).
“Em 2022 foi feita uma intervenção provisória pelo governo estadual no local do rompimento do dique de Barcelos, que por enquanto não apresenta risco. Também no ano passado a Prefeitura fez um levantamento dos pontos críticos onde poderiam ocorrer novos rompimentos e encaminhou relatório com o mapeamento dos danos e procedimentos para recuperação ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea-RJ), Fundação Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), Ministério Público Estadual e Secretaria Estadual de Infraestrutura e Obras”, divulgou o município.
A Prefeitura explica ainda que em novembro do ano passado e no início deste ano reiterou ao Inea a necessidade de avaliação da segurança da obra realizada e dos demais pontos vulneráveis.
Esta reportagem será atualizada assim que houver uma resposta do Inea sobre o relatório enviado e possíveis ações.

More like this

Inep defende que Enem não é para avaliar itinerários formativos

Os itinerários formativos previstos na Política Nacional do Ensino Médio não devem ser objeto...

Pedro Scooby celebra aniversário de casamento. "Que venham muitos"

Pedro Scooby usou sua conta no Instagram para celebrar o aniversário de casamento. Há...

Com sete equipes paulistas, Série B do Brasileiro começa nesta sexta com três jogos

Com a participação de sete clubes paulistas, inclusive com a presença do Santos, começa...