Viúvo gasta R$ 16 mil para recriar a esposa morta

Published on

 


A estátua está vestida com um sári usado pela falecida esposa


|  Foto:
Reprodução


  

O indiano Tapas Sandylia, 65 anos, morador de Calcutá, na Índia, resolveu suprir a saudade da esposa de uma maneira bem inusitada. Ele foi casado por 39 anos com Indrani, mas após a morte da esposa em 2021, em decorrência da Covid-19, o homem decidiu gastar 250 mil rúpias indianas – cerca de R$ 16 mil – para criar uma estátua de silicone hiper-realista da esposa morta. 

A estátua da falecida pesa 30 kg e foi feita pelo escultor Subimal Dias, que levou cerca de 6 meses para finalizar o trabalho. Ela fica sentada no sofá da sala e está vestida com um sári que pertencia à verdadeira Indrani, além de ter várias joias de ouro em seus braços e pescoço. 

A ideia da criação da estátua, entretanto, surgiu da própria esposa morta. Tapas Sandylia, em entrevista ao jornal Times Of India, revelou o desejo da esposa de ser imortalizada em uma peça de silicone. O viúvo relembra que foi durante uma viagem com a esposa que ela lhe fez o pedido. “Foi então que Indrani me contou sobre seu desejo de que uma estátua semelhante dela fosse feita se ela morresse antes de mim”, disse o viúvo. 

 


Uma exigência do viúvo era de que a estátua fosse hiper-realista


|  Foto:
Reprodução


 

O artista escolhido para produzir a obra contou ao Times of India que esse foi um dos maiores desafios de sua carreira. Além disso, uma das exigências do viúvo era de que a estátua tivesse uma “expressão facial realista”. 

“O enxerto de cabelo levou quase um mês para ser concluído. O viúvo também queria algumas mechas grisalhas para fazer a estátua parecer real”, contou o escultor. 

More like this

Cidade do interior de SP utilizará energia solar para abastecer 199 prédios públicos

(FOLHAPRESS) - Todos os imóveis ligados à Prefeitura de Hortolândia, a 97 km da...

Valencia pede adiamento de jogo após trágico incêndio em bairro da cidade

O Valencia emitiu um comunicado nesta sexta-feira, expressando pesar pelo trágico incêndio ocorrido em...

João Fonseca, sensação do Rio Open, já foi nº 1 do mundo e agora tem dilema pela frente

O grande nome deste Rio Open é campeão de Grand Slam e já foi...