Moacyr Luz revela caso de transfobia em sua roda de samba no Rio

Published on

 


Moacyr Luz é compositor de samba desde 1982


|  Foto:
Divulgação


  

O cantor e compositor Moacyr Luz revelou em seu Instagram, nesta quinta-feira (5), um caso de transfobia ocorrido na primeira edição do Samba do Trabalhador, realizada na última segunda-feira (2), no Clube Renascença, no Rio. 

Além de divulgar o caso, Moa, como o artista é popularmente conhecido, pediu desculpas à família agredida e disse que está prestando apoio aos agredidos. Não há menção se o caso foi registrado na Polícia. 

A imagem da postagem é bandeira do arco-íris (símbolo da comunidade LGBTQIA+) com a descrição da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que criminaliza a homofobia. 

 


Postagem com bandeira do arco-íris com a descrição da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que criminaliza a homofobia


|  Foto:
Divulgação/Rede social


  

“Transfóbicos, homofóbicos e racistas, aqui não tem espaço para vocês. Nossa roda é um lugar de amor, carinho e acolhimento. É assim desde os nossos primeiros minutos, em maio de 2005. Somos 100% intolerantes com qualquer tipo de preconceito e seguiremos assim. Pedimos desculpas envergonhadas pelo ocorrido. Infelizmente não temos como detectar essa gentalha logo na entrada. Seguiremos atentos e firmes em nosso posicionamento”, escreveu o compositor. 

More like this

Mala com US$ 10 mil é encontrada entre doações para o RS

Uma mochila com US$ 10 mil (cerca de R$ 53 mil) foi encontrada nesta...

Descobertas fascinantes que ficaram congeladas (literalmente!) no tempo

O frio extremo é tão poderoso que pode preservar quase tudo por milhões de...

Concessionária divulga imagens do aeroporto de Porto Alegre após limpeza

A concessionária Fraport Brasil divulgou imagens de como ficou o Aeroporto Internacional Salgado Filho,...