Centro de referência para refugiados começa a funcionar no Rio

Published on

Refugiados e imigrantes que chegarem ao Rio de Janeiro serão acolhidos em um centro de referência com assistência social e jurídica específica. O Centro de Referência de Atendimento ao Imigrante (Crai), na Gamboa, região central da cidade, começou a funcionar hoje (7). O imóvel foi cedido pela prefeitura e sua manutenção será feita pela Organização Não Governamental Core.Matheus Andrade, coordenador de Direitos Humanos da Prefeitura do Rio de Janeiro e presidente do Comitê Intersetorial de Políticas de Atenção para Imigrantes, Refugiados e Apátridas, disse que o objetivo é oferecer um ponto de referência para os recém-chegados na cidade e também para aqueles que já estão no Rio.No centro, eles terão acesso aos serviços que mais precisam para se estabelecer, como regularização migratória, saúde, assistência social e educação, diminuindo, assim, a vulnerabilidade dos imigrantes e refugiados.“Nosso objetivo é juntar, dentro do Crai, todos esses serviços que a prefeitura já fornece natural

LEIA TAMBÉM

Lei da igualdade salarial tem boa adesão das empresas, diz ministro

Sancionada no ano passado, a Lei da Igualdade Salarial, que visa garantir a igualdade...

Rafael Cardoso pagará multa de 2 salários mínimos por agredir idoso

(FOLHAPRESS) - O ator Rafael Cardoso, 38, pagará multa de apenas dois salários mínimos...

Carille revela cobrança no intervalo do jogo com Ituano e diz que Corinthians ‘já passou’

O técnico Fábio Carille revelou, em entrevista coletiva, que cobrou postura firme do time...