Morre Renatinho, do Bokaloka, após sofrer infarto durante show no Rio

Published on

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Renatinho, 48, vocalista da banda Bokaloka, morreu na tarde desta quinta-feira (5), um dia após sofrer um infarto no Bar do Zeca, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. A GR Shows, que gerenciava a carreira do artista, publicou um comunicado sobre a morte nas redes sociais.

“É com muito pesar que comunicamos o falecimento do cantor Renatinho, vocalista do grupo BokaLoka, na tarde de hoje, em decorrência de um choque cardiogênico devido a um infarto agudo do miocárdio”, diz a nota. “A comunidade do samba está em luto e neste momento pedimos muita oração e desejo de força para os familiares, amigos e fãs do artista.”

O cantor passou mal em cima do palco na quarta-feira (4) e precisou ser socorrido pelos frequentadores da casa ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, onde recebeu o primeiro atendimento.

Na tarde desta quinta, Renatinho foi transferido ao Instituto Nacional de Cardiologia devido a gravidade do estado de saúde. “[Ele] passou por um procedimento de identificação de obstrução das artérias coronárias”, disse a GR Shows.

Em maio, a banda Bokaloka fez uma turnê pela Europa e Renatinho passou mal. Ele teve um pico de pressão e um princípio de infarto. Na época, o vocalista passou por dois procedimentos: um para desobstruir a aorta, que estava comprometida em 90%, e outro para colocar um “stent” -uma espécie de tubo que serve para restaurar o fluxo sanguíneo normal na artéria coronária.

Há cinco meses, o cantor contou em uma entrevista ao Brito Podcast que já tinha sofrido um princípio de infarto em 2014.

More like this

Motorista atira em carro durante briga de trânsito; vídeo

Um motorista armado ameaçou e atirou contra os ocupantes de outro carro durante uma...

Felipe Melo é expulso após agredir funcionário do Atlético-GO em derrota do Fluminense

O Fluminense perdeu por 2 a 1, de virada, para o Atlético-GO, na noite...

Rio registra aumento de quase 200% nos casos de maus-tratos contra crianças 

O crescente número de casos de violência contra crianças e adolescentes no Estado do Rio, preocupa as autoridades. Apenas na Capital Fluminense, o índice aumentou 173%, em três anos.  Segundo o Instituto de Segurança Pública, em 2023, 47% da violência sofrida pelas crianças foi praticada por familiares como pai e mãe. Já no Estado do Rio, o The post Rio registra aumento de quase 200% nos casos de maus-tratos contra crianças  appeared first on Super Rádio Tupi.