Catador morto pela PM será sepultado no dia do aniversário do filho

Published on

 


Irmã de Dierson, Denise da Silva, revelou sua tristeza e revolta com o caso


|  Foto:
Marcelo Tavares


  

Uma triste coincidência. O sepultamento do corpo de Dierson Gomes da Silva, morto pela Polícia Militar nesta quinta-feira (5) ao confundir um pedaço de pau na mão do catador de recicláveis com um fuzil, será realizado neste sábado (7), mesmo dia do aniversário de um dos seus três filhos que completa 26 anos. A informação foi revelada ao ENFOCO pela irmã de Dierson, Denise da Silva, 48, na entrada do Instituto-Médico Legal (IML), no Centro do Rio, nesta sexta (6). Denise também aniversaria na próxima quinta (12). 

“Ele era muito bom para a gente, animava a gente. Quando ele chegava aqui em casa, fazia rima, brincava, falava D de Denise e de Dierson. Ele passou o Ano Novo aqui em casa, conversamos com ele, falamos para ele cortar o cabelo, se cuidar. Ele dormiu aqui em casa na segunda, na terça e na quarta. Aí, ele acordou e foi embora e eu lembro que falei ‘já já ele volta’. Aí na quinta, estava no trabalho e me contaram que tinham matado ele. É uma tristeza! Não tem animação para aniversário do filho dele amanhã (sábado) e nem para o meu. É um pedaço do quebra-cabeça de nossa família que foi embora. Não quero nem bolo, nem nada. Queríamos nosso irmão aqui, ele podia viver sei lá mais quantos anos. Só queríamos ele aqui”, afirmou ela emocionada que chegou a ver Dierson morto na varanda da casa dele. 

Denise contou ainda que Dierson morava em uma casa sozinho, pois outra residência dele pegou fogo em setembro do ano passado. “No aniversário dele do ano passado, em julho, fizemos a festa dele e parecia despedida. Em setembro, a casa dele pegou fogo e ajudamos a limpar tudo”, contou a irmã.  

Dierson deixou três filhos homens (um de consideração) e dois netos. O enterro do corpo dele será neste sábado (7), às 11h, no Cemitério do Pechincha, Zona Oeste do Rio. O enterro será custeado com uma vaquinha feita por amigos da família.

AFASTADOS

Os policiais envolvidos na morte do catador de recicláveis Dierson Gomes da Silva foram afastados das ruas. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (6) pela Polícia Militar.  Ainda segundo a corporação, um procedimento apuratório foi instaurado para averiguar as circunstâncias da ocorrência. O caso segue em investigação pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) e é acompanhado pela Corregedoria-Geral da Corporação.  

O CASO

Dierson morava na comunidade da Cidade de Deus desde criança, onde o crime ocorreu. Ele era catador de material reciclável e, no dia, vendeu alguns itens e tinha conseguido pouco mais de R$ 100.

De acordo com policiais do 18º BPM (Jacarepaguá), uma equipe da unidade se deslocava pela localidade do Pantanal, área com histórico de conflitos, quando se deparou com um homem conduzindo o que aparentava ser um fuzil, pendurado em uma bandoleira, espécie de corda que prende o armamento ao corpo. Os policiais efetuaram disparos e o atingiram. 

Ainda segundo a PM, durante as ações, os policiais foram atacados a tiros em diversos pontos da comunidade e equipes do Bope apreenderam um fuzil calibre 5,56

More like this

Presidente da FIFA se opõe ao cartão azul

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A proposta de introduzir o cartão azul no futebol...

Homem rouba correntes de ouro, engole e é preso no mar em Salvador

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um homem foi preso dentro do mar apontado como...

LeBron James chega aos 40 mil pontos na NBA e se aproxima de marca histórica de Oscar Schmidt

Brasileiro é o maior pontuador da história do basquete The post LeBron James chega aos 40 mil pontos na NBA e se aproxima de marca histórica de Oscar Schmidt appeared first on Super Rádio Tupi.