Belford Roxo exonera funcionários e abre novo processo seletivo

Published on

 


Exoneração em massa chamou a atenção do Ministério Público, que investiga o caso


|  Foto:
Google Street View


  

O prefeito Waguinho, de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no dia 31 de dezembro de 2022, exonerou todos os funcionários comissionados, temporários ou com função gratificado. A demissão em massa chamou a atenção do Ministério Público, que investiga o caso. 

Poucos dias após a demissão em massa, a Prefeitura abriu um processo seletivo para contratar quase 10 mil funcionários temporários para as áreas de Saúde e Educação. Nesta quinta-feira (5), centenas de pessoas se deslocaram até a Prefeitura de Belford Roxo para tentar buscar uma resposta.

Leia +: Erro em site de concurso de Belford Roxo gera queixas de candidatos

Os únicos funcionários que não foram afetados são os médicos, dentistas e servidores lotados nas unidades de urgência e emergência da cidade. O Ministério Público do Rio abriu uma investigação sobre o ocorrido, alegando que a cidade corre risco de paralisação de serviços essenciais, como na área da Educação.

Dias após a exoneração em massa, a Prefeitura abriu um processo seletivo para 5 mil vagas na educação, sendo todas elas temporárias. Na área da Saúde, 4 mil vagas temporárias foram abertas.

A Prefeitura de Belford Roxo explicou que está passando por um processo de reestruturação administrativa para tentar manter o equilíbrio das contas e que vai publicar nos próximos dias uma nova estrutura. Após isso, a recomposição do quadro será feita de acordo com as necessidades dos setores, completou o governo municipal. 

More like this

Pai, filho e piloto morrem em queda de aeronave na Bahia

Três pessoas morreram, este sábado (2), após a queda de um avião no município...

Regina Volpato admite desafio grande com novo programa no SBT: ‘Sei que falta tradição’

GABRIEL VAQUERARACAJU, SE (FOLHAPRESS) - Em junho de 2023, a vida de Regina Volpato...

Fornecedores deverão disponibilizar prazo máximo de entrega de produtos e serviços

Medida complementa a Lei 3.669/01, que já determinava a obrigatoriedade de fixação de data e turno para entrega, inclusive estipulando multa The post Fornecedores deverão disponibilizar prazo máximo de entrega de produtos e serviços appeared first on Super Rádio Tupi.