MEC revoga portaria sobre a abertura de cursos de medicina

Published on

O Ministério da Educação (MEC) revogou uma portaria publicada pela administração anterior, do então ministro Victor Godoy, do governo de Jair Bolsonaro. A portaria trazia novas regras para abertura de cursos de medicina no país. Segundo o atual ministro, Camilo Santana, a revogação ocorreu pelo “princípio da prudência”.
“Decidi revogá-la pelo princípio da prudência, antes que produzisse efeitos, para que seja feita uma avaliação criteriosa e segura dos seus termos”, explicou o ministro em uma rede social. Nas últimas horas do dia 31 de dezembro e, consequentemente, do fim do governo anterior, o MEC publicou a portaria. Essas novas regras, segundo Godoy, valorizavam a relação entre o curso e a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) local.
“Portaria do MEC que valoriza o programa Médicos pelo Brasil e determina que a abertura de cursos privados de medicina que usam a rede pública de saúde façam repasses importantes ao SUS e concedam bolsas a alunos carentes foi revogada pelo novo governo

More like this

Cidade do interior de SP utilizará energia solar para abastecer 199 prédios públicos

(FOLHAPRESS) - Todos os imóveis ligados à Prefeitura de Hortolândia, a 97 km da...

Valencia pede adiamento de jogo após trágico incêndio em bairro da cidade

O Valencia emitiu um comunicado nesta sexta-feira, expressando pesar pelo trágico incêndio ocorrido em...

João Fonseca, sensação do Rio Open, já foi nº 1 do mundo e agora tem dilema pela frente

O grande nome deste Rio Open é campeão de Grand Slam e já foi...