Amazon confirma ‘lay-off’ maior que o previsto e diz que cortará 18 mil empregos

Published on

A Amazon disse na noite desta quarta-feira, 4, que vai cortar 18 mil empregos. É o maior “lay-off” da história da companhia, que tem hoje 1,5 milhão de trabalhadores em todo o mundo. Mais cedo, a informação do Wall Street Journal era de uma demissão levemente menor, de 17 mil pessoas.

“A Amazon resistiu às incertezas e às dificuldades econômicas no passado, e assim continuará”, escreveu o presidente-executivo da companhia, Andy Jassy, em uma nota destinada aos empregados. “Essas mudanças irão nos ajudar a buscar oportunidades de longo prazo com uma estrutura de custos mais forte.”

Jassy afirmou também que os “lay-offs” afetarão principalmente as funções em lojas presenciais da companhia, o que incluem os segmentos Amazon Fresh e Amazon Go, além de posições em seções de recursos humanos. Fonte: Associated Press.

LEIA TAMBÉM

Mega-sena acumula de novo e prêmio vai para R$ 61 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.751 da Mega-Sena, sorteadas neste sábado...

Juventus abre conversas pela contratação de Galeno, do Porto e seleção

(UOL/FOLHAPRESS) - A Juventus demonstrou interesse na contratação do atacante Galeno, que chegou a...

Os esportes mais novos (e os mais antigos) das Olimpíadas modernas

De quatro em quatro anos, o mundo prende a respiração enquanto os atletas mais...