Contra a pressão arterial elevada, coma ‘isto’ duas vezes por semana

Published on

Todos sabemos que as recomendações para o melhor controle da pressão arterial incluem uma alimentação equilibrada. O que talvez não saiba é que, segundo um especialista, o consumo de determinados alimentos duas vezes por semana pode ajudar.

Brian Fisher, da Evergreen Life, recomenda o consumo de vegetais e peixes gordos pelo menos duas vezes por semana. “Há estudos que sugerem que os ácidos gordos ômega 3, o magnésio e a resistência à insulina podem fazer parte do quadro da hipertensão”, explicou ao jornal Daily Express. Contudo, “é necessária mais investigações para perceber até que ponto”.

“O melhor conselho é seguir uma dieta diária rica em frutos secos, frutas, sementes, uma grande variedade de vegetais e peixe gordo duas a três vezes por semana, e, por outro lado, reduzir o consumo dos hidratos de carbono refinados, tais como pão branco, massa branca e arroz branco”, afirma.

O especialista acrescenta também que deve reduzir o consumo de álcool e aumentar a ingestão de potássio.

Estou em risco?

Categorias da pressão arterial:

Risco baixo: 120/80 mm Hg
Risco médio: 121-139/80 – 89 mm Hg
Risco elevado: 140+/90 mm Hg

“Existem algumas exceções a estas categorias: por exemplo, para as pessoas com diabetes consideram-se valores para risco elevado quando a pressão arterial é superior a 130/80”, pode ler no portal da rede de saúde CUF. Para quem tem mais de 80 anos de idade, “a pressão sanguínea sistólica [mede a força com que o coração contrai e ‘expulsa’ o sangue do seu interior] deve ser, de um modo geral, inferior a 150”.

 

More like this

Menino de 6 anos é salvo de apartamento em chamas no Rio Grande do Sul; veja vídeo

Um menino de 6 anos de idade foi resgatado de um apartamento em chamas,...

Influenciadora digital agride mulher na rua em MG; veja vídeo

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra a influenciadora digital Ana Paula Marçal,...

Cientistas confirmam circulação de vírus mayaro em humanos em Roraima; entenda riscos

Um estudo realizado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) confirmou a circulação do vírus...