Mulher que jogou água em Gusttavo Lima se pronuncia: ‘Me indignei’

Published on

 


Arquiteta se sentiu ofendida com ato político em show


|  Foto:
Rede Social

 

É minha gente, o ano nem começou, mas as tretas estão a todo vapor! A servidora pública que jogou água em Gusttavo Lima em um show, Virgínia Bandeira, recorreu às redes sociais nesta segunda-feira (2) para se pronunciar sobre a confusão envolvendo ela e o artista.

 

Me indignei com a conotação política dada pelo cantor durante o show



Virgínia Bandeira,

Arquiteta

A arquiteta decidiu se manifestar após a grande repercussão da mídia e revelou ter ficado indignada pelas manifestações políticas feitas pelo sertanejo.

Leia +: ‘Eu bebi’, confessa ex-humorista da Globo acusado de agredir a mãe

Leia +: Imperatriz quer Antonia Fontenelle fora do carnaval e convida Janja

Leia +: Vizinho relata que máquina de neve passou por cima de Jeremy Renner

“O que aconteceu na verdade foi que me indignei com a conotação política dada pelo cantor durante o show de réveillon onde foi pago caro para me divertir e acabei tendo que participar de um ato político em prol de um ex-presidente (Jair Bolsonaro) que tanto massacrou os brasileiros”, disse Virgínia.

A design de interiores relatou que fez o sinal do “L”, em referência ao presidente Lula antes de ser expulsa pelo artista.

“Minha reação e de várias outras pessoas foi levantar a mão e fazer o L de Lula. Por conta disso, logo no início do show, ele se dirigiu a mim falando que eu merecia o bom e o bom era ele, nesse momento repeti o gesto fazendo o L”, explicou.

Para trazer ainda mais seriedade as acusações, Virgínia relata que se sentiu mais ofendida quando o artista revelou ter participado de um ‘campeonato de pu**heta’.

 

O cantor contou que participava de campeonato de pu**heta, numa declaração total de desrespeito



Virgínia Bandeira,

Arquiteta

“Se não bastasse, mesmo com inúmeras adolescentes menores de idade acompanhadas da família curtindo o show, o cantor contou que participava de campeonato de pu**heta, numa declaração total de desrespeito, o que só aumentou minha indignação, já que tenho uma filha menor de idade e não gostaria que estivesse lá assistindo isso”, disse Virgínia.

Além de ter reconhecido o excesso, Vírginia relata que por causa do fato, sua filha de 13 anos tem recebido ataques nas redes sociais.

“Eu estava numa festa onde é natural que as pessoas bebam, posso ter me excedido na minha reação de repúdio a ele, e tenho humildade suficiente para reconhecer meu excesso. Ainda estou aguardando a devolução do valor do ingresso conforme ele prometeu, e garanto que nada vai pagar a reparação do transtorno que a atitude do músico causou a mim e consequentemente na minha família. Tenho uma filha de 13 anos que está recebendo ofensas em suas redes sociais”, finaliza.

More like this

UFRJ diz estar ‘respirando por aparelhos’ e pede socorro ao governo; alunos anunciam greve

(FOLHAPRESS) - A situação financeira da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) é...

Recém-nascida é atingida por bala perdida quatro horas após nascer

Uma recém-nascida foi atingida na cabeça, de raspão, por uma bala perdida, apenas quatro...

Juros recuam, mas rotativo do cartão sobe, atingindo 423,5% ao ano

A taxa média de juros das concessões de crédito para famílias teve pequena redução...