Lula revoga ato de Bolsonaro a favor das armas

Published on

No primeiro dia útil como presidente do Brasil, Lula (PT) assinou alguns decretos que faziam parte do seu plano de governo e ele prometeu fazer caso assumir o cargo. Nesta segunda-feira (2), foi publicado no Diário Oficial da União as mudanças nas regras de acesso a armas de fogo, revogando o ato flexibilizado pelo antecessor, Jair Bolsonaro (PL).

As armas que já estão sob posse do civil, seja CAC (Caçador, atirador ou colecionador) ou particular, podem seguir com o armamento, com algumas novas regras:

Suspende novos registros de armas por caçadores, atiradores e colecionadores (CACs) e por particulares;

Reduz os limites para compra de armas e munição de uso permitido;

Suspende novos registros de clubes e escolas de tiro;

Suspende a concessão de novos registros para CACs;

Cria grupo de trabalho para propor nova regulamentação para o Estatuto do Desarmamento, de 2003.

Todas as armas compradas a partir de maio de 2019 devem ser novamente registradas pelos proprietários em até 60 dias.

Aqueles com o registro CAC também deverão diminuir os seus arsenais. No decreto de Bolsonaro, os colecionadores podiam ter até 5 armas, 15 para caçadores e 30 para atiradores. Na nova regra, o limite é de 3 para todas as categorias.

O novo texto modifica também a presunção de “efetiva necessidade”. Agora, será necessário comprovar os motivos plausíveis para a necessidade de uma arma, por razões profissionais ou pessoais. Essa mudança vai de acordo com a decisão recente do Supremo Tribunal Federal acerca da posse e porte de armas de fogo.

The post Lula revoga ato de Bolsonaro a favor das armas appeared first on Super Rádio Tupi.

More like this

Motorista tenta atropelar ladrão com Lamborghini após ser roubado e bate o carro em SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um motorista destruiu a frente de sua Lamborghini ao...

76% das escolas estaduais já retomaram as aulas no Rio Grande do Sul

FRANCISCO LIMA NETOSÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após a suspensão das aulas em todas...

RS: eleitor tem até quinta-feira para regularizar ou transferir título

Os eleitores do Rio Grande do Sul têm até a próxima quinta-feira (23) para...