Familiares lamentam e contam detalhes do caso do entregador morto em SG

Published on

“Ele trabalhava de manhã de carteira assinada, e à noite trabalhava na entrega dos lanches, que era o freelance dele. Ele era um menino trabalhador, honesto, justo, um menino de família.  Um menino que ajudava a sustentar a casa de um pai aposentado e uma mãe que não trabalhava. A gente sabe que falar é a forma de esclarecer quem era o Matheus. A nossa fala é só para dizer que o Matheus era trabalhador. Ele não era um criminoso”. 
O desabafo é da cunhada do Matheus Lemos de Souza, de 22 anos, que levou cinco tiros no início da madrugada do último dia 31, durante uma tentativa de assalto, no Rocha, em São Gonçalo. Após lutar pela vida, Matheus morreu no início da manhã desta segunda-feira (02). 
O jovem, que estava fazendo a última entrega de lanches, voltou ao local, pouco após a meia noite, após um problema na máquina de cartão.  

|

More like this

Pai de Verstappen revela tensão na Red Bull e teme ‘racha’ como desdobramento do ‘caso Horner’

Christian Horner, chefe da Red Bull, tem deixado um clima tenso na equipe após...

Presidente da FIFA se opõe ao cartão azul

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A proposta de introduzir o cartão azul no futebol...

Homem rouba correntes de ouro, engole e é preso no mar em Salvador

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um homem foi preso dentro do mar apontado como...