Motorista de ônibus acusado de matar homem em Copacabana é preso

Published on

 


Motorista ficará 30 dias presos até a finalização das investigações


|  Foto:
Reprodução

Policiais da 12ª DP, em Copacabana, prenderam, na manhã desta segunda-feira (2), o motorista do ônibus acusado de atropelar e matar um homem na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, na Zona Sul do Rio, durante a madrugada de domingo (1º), após a noite de Réveillon. Gilson Castro Silva, de 58 anos, morreu no local.

De acordo com a Polícia Civil, os agentes teriam conseguido provas de que o motorista teria sido o autor do crime. Ainda de acordo com os policiais, o crime foi qualificado como homicídio culposo, sem intenção de matar. A equipe da 12ª DP verificou as imagens e colheu depoimentos de testemunhas para chegar à qualificação do crime.

As gravações obtidas pelos policiais mostram o momento em que a vítima é atropelada e arrastada por alguns metros. Por conta das possíveis evidências e relatos de testemunhas, foi expedido um mandado de prisão temporária de 30 dias do acusado.  

O caso

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu por volta das 5h15 na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, na altura da Praça do Lido. O trânsito estava bloqueado até as 5h por conta do Réveillon que aconteceu na Praia de Copacabana.

Segundo a corporação, as equipes do quartel de Copacabana foram para o local e já encontraram a vítima sem vida. 

LEIA TAMBÉM

Juventus abre conversas pela contratação de Galeno, do Porto e seleção

(UOL/FOLHAPRESS) - A Juventus demonstrou interesse na contratação do atacante Galeno, que chegou a...

Os esportes mais novos (e os mais antigos) das Olimpíadas modernas

De quatro em quatro anos, o mundo prende a respiração enquanto os atletas mais...

Homem morre afogado após cair de embarcação no Lago Paranoá

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um homem de 27 anos morreu afogado no Lago...