Familiares, fãs e amigos se despedem de Pelé em velório

Published on

 


Velório de Pelé, na Vila Belmiro


|  Foto:
Divulgação/Santos F.C


Chegou a hora de dar adeus a Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. O velório começou no início da manhã deste segunda-feira (2), na Vila Belmiro, estádio do Santos, e muitos familiares, fãs e amigos do ex-jogador foram se despedir.

O corpo do Rei do Futebol chegou ao estádio ainda na madrugada, por volta de 3h20. Assim que começou a cerimônia, às 10h, o caixão foi carregado para o centro do gramado do estádio e ficou posicionado embaixo de uma tenda, onde ficará até as 10h desta terça (03). O velório é aberto ao público.

Leia +: Morre o Rei do futebol

Leia +: Funeral de Pelé deve durar dois dias em Santos

Leia+: Presidente Lula confirma ida a velório de Pelé

O filho de Pelé, Edinho, esteve ao lado do corpo do pai o tempo inteiro. Bastante emocionada, Márcia Aoki, agora viúva do maior jogador da história, também chorou bastante ao chegar ao local. Mais tarde, as filhas e netos do Rei do Futebol chegaram ao velório.

Além de familares de Pelé, figuras importantes marcaram presença. São os casos do presidente da Fifa, Gianni Infantino, do mandatário da Conmebol, Alejandro Dominguez, do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, do ministro do STF, Gilmar Mendes, do novo governador de São Paulo, Tarcísio Freitas, presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, entre outros.  

Muitos ex-jogadores que fizeram história junto com o Rei também já marcaram presença para dar o último adeus. Manoel Maria, de 74 anos, que jogou ao lado de Pelé no Santos e que foram campeões brasileiro em 1968, foi se despedir do amigo e ficou bastante emocionado. Clodoaldo, companheiro de Pelé no “Peixe” e na Seleção campeã da Copa de 1970, chegou logo cedo na manhã desta segunda. Lima, que também jogou ao lado de Pelé no Santos e foi bicampeão mundial, compareceu ao funeral.

 


Fãs fazem fila no estádio da Vila Belmiro para se despedir de Pelé


|  Foto:
Reprodução/G1


  

Atletas que fizeram parte da história do Santos, mas que não atuaram ao lado de Pelé, estiveram presentes na cerimônia. Um dos primeiros a chegar foi o ex-meia Elano, campeão brasileiro pelo “Peixe” em 2002 e 2004. Além dele, Zé Roberto, que jogou pelo Santos em 2007, estava no local e também ajudou a carregar o caixão para o centro do gramado da Vila Belmiro.

Neymar não poderá comparecer ao velório porque o PSG, clube que o jogador atua, não o liberou. O pai do jogador, no entanto,  marcou presença.

Após o encerramento do velório, o corpo de Pelé será levado em cortejo fúnebre até o Canal 6 (Avenida Joaquim Montenegro) onde mora a mãe do ex-jogador. Depois, retornará pela praia até o Canal 1 e chegará até o Memorial Necrópole Ecumênica para o sepultamento do corpo, que será reservado somente para familiares. O corpo do maior jogador de todos os tempos será enterrado no mausoléu que fica no primeiro andar do Memorial, considerado há mais de 20 anos como o mais alto cemitério do mundo.

Pelé morreu no dia 29 de dezembro após ficar um mês internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Seu atestado de óbito apontou insuficiência renal, insuficiência cardíaca, broncopneumonia e adenocarcinoma de cólon como causas da morte. Ele lutava contra o câncer há mais de um ano.

More like this

Cidade do interior de SP utilizará energia solar para abastecer 199 prédios públicos

(FOLHAPRESS) - Todos os imóveis ligados à Prefeitura de Hortolândia, a 97 km da...

Valencia pede adiamento de jogo após trágico incêndio em bairro da cidade

O Valencia emitiu um comunicado nesta sexta-feira, expressando pesar pelo trágico incêndio ocorrido em...

João Fonseca, sensação do Rio Open, já foi nº 1 do mundo e agora tem dilema pela frente

O grande nome deste Rio Open é campeão de Grand Slam e já foi...