Mourão nomeia quatro dirigentes da Receita para cargos no exterior por 2 anos

Published on

O vice-presidente da República e atual presidente em exercício, Hamilton Mourão (Republicanos), assinou em edição extra do Diário Oficial, publicada na sexta-feira, 30, a nomeação de quatro dirigentes da Receita Federal para cargos no exterior. As nomeações têm validade de dois anos. Três dirigentes foram nomeados para o cargo de adido tributário e aduaneiro e um quarto para o de auxiliar de adido.

No dia 23 de dezembro, os postos foram alvo de um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) que, entre outros pontos, equiparou a retribuição básica das funções no exterior a ministro de primeira classe e segundo-secretário, respectivamente.

Para o cálculo de indenização de representação no exterior, por sua vez, os cargos foram equiparados a ministro de primeira classe e primeiro secretário.

De acordo com o decreto assinado por Mourão, o secretário Especial da Receita, Julio Cesar Vieira Gomes, foi nomeado adido na embaixada brasileira em Paris.

O secretário especial adjunto Sandro De Vargas Serpa foi nomeado para a mesma função em Bruxelas, junto à Missão do Brasil na União Europeia, e o subsecretário geral José de Assis Ferraz Neto em Abu Dhabi.

Para o cargo de auxiliar de adido tributário e aduaneiro na embaixada brasileira em Buenos Aires foi nomeado Daniel Tavares Vale Alencar, atual chefe da assessoria de comunicação institucional da Receita.

More like this

Mulher fica em estado grave após ser atingida por ácido no Paraná

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A jovem Isabelly Aparecida Ferreira Moro, 23, está...

Atacantes marcam e Grêmio vence jogo-treino com a Portuguesa de olho na Libertadores

Renato Gaúcho não esconde de ninguém que a falta de ritmo de jogo é...

Tony Ramos já consegue caminhar e se recupera bem, segundo novo boletim médico

O ator Tony Ramos, de 75 anos, permanece internado no hospital Samaritano Botafogo, na...