Rio registra risco alto para a covid-19 em todas as 33 regiões administrativas

-

- Advertisment -

prefeitura do Rio divulgou, nesta sexta-feira, o mais novo boletim epidemiológico, e agora 100% das regiões da cidade estão em alto risco para o contágio da Covid-19. Este é o penúltimo ponto da escala criada pelo município – moderado, alto e muito alto. Em paralelo, o Rio é a capital com mais vacinados do país: até a manhã desta sexta-feira (22), 42.563 pessoas foram vacinadas. Desses, 35.130 são profissionais de saúde.

Todos as 33 regiões administrativas estão em estágio de alto risco. Na semana anterior, eram 28 nesse patamar, e outras cinco em risco moderado. O aumento da última semana foi registrado principalmente nas favelas: Rocinha, Jacarezinho, Alemão e Maré.”A situação vem se agravando. Em algumas regiões era moderado e hoje toda a cidade está no risco alto. Estamos fazendo um esforço enorme de fiscalização. Não há nenhuma novidade nas medidas a serem tomadas. O que há é a previsão no sentido de que as medidas passam a ser mais restritivas, caso alguma região passe de moderado para alto”, explicou o prefeito Eduardo Paes.

“O recado mais importante é para a população. Parece que há uma parte da população que tem que cuidar o verão com toda intensidade. Um exemplo: a roda de samba tradicional da Pedra do Sal virou às segundas feiras um baile funk. Não vai mais acontecer. Determinei que apreenda as caixas de som e equipamentos. Estou falando também com os mais jovens. Vão para a balada, acham que estão no verãozão e vão para a casa, viver com os mais idosos. Não é admissível que a gente continue nesse ritmo. As restrições estão colocadas já há duas, três semanas”, falou. 

Com a alta no risco da doença em todas as regiões, o prefeito informou que as medidas de restrições serão intensificadas. “Estão curtindo o verão como se não houvesse amanhã. Vamos tomar medidas mais intensas para que as pessoas entendam que não dá para curtir a vida a valer. Dá para sair, ir para os espaços públicos, comércios estão abertos. Mas não dá para as pessoas continuarem, e me refiro aos mais jovens aqui, tenham consciência”.

O prefeito ainda pediu que a população tenha consciência. “Esse verão não é igual aquele que passou. Aqueles que acham que vão ficar na balada, nas festas: deixem de ser burros. Vocês estão matando pessoas. Ninguém está proibido de frequentar espaços públicos, mas tenham consciência”, afirmou Paes.A Prefeitura segue na tentativa de abrir leitos nos hospitais municipais. Cinquenta novos foram abertos na última semana. A Secretaria Municipal de Saúde registra 1.007 internados e 15 aguardando vaga.

Últimas notícias

- Advertisement -

Veja aqui tambémRELACIONADOS
Recomendamos para você